O que é e como funciona o ESG?

A sigla ESG vem das palavras em inglês Environmental, Social and Governance, que traduzido para o português significa “ambiental, social e governança”. Esse termo é usado para descrever o quanto uma empresa procura reduzir os danos ao meio ambiente. Ou seja, é um termo usado dentro de algumas empresas para trabalhar práticas melhores para que seu produto ou serviço agrida o menos possível a natureza.

Além disso, outro ponto relevante é que essa sigla é usada para falar sobre investimentos que levam em conta critérios sustentáveis, além do índice financeiro. Mas, o que significa cada letra que compõe a sigla ESG?

  • Ambiental: diz respeito à práticas da empresa no que refere-se à conservação do meio ambiente incluindo sua atuação sobre assuntos como, por exemplo, aquecimento global. 
  • Social: tem relação com a maneira como a empresa lida com seus clientes internos e externos. Incluindo ambiente de trabalho, proteção de dados, etc. 
  • Governança: tem relação com a área administração, como conduta corporativa, relação com liderança, gestão, etc. 

Por que as empresas que trabalham com o ESG vem ganhando destaque?

O ESG vem ganhando destaque entre empresas pelo o mundo, pois são exigências que refletem nas novas gerações. E essas gerações estão consumindo cada vez mais marcas transparentes e principalmente responsáveis. Ou seja, por conta dessas mudanças o mercado têm mostrado que empresas que seguem essas práticas, passam a ser mais estáveis.

E devido a essa estabilidade que as empresas passam a ter, a lucratividade passa a vir a longo prazo. Mas com isso, investidores passam também a olhar para os novos critérios na hora de tomarem uma decisão de investimento que é justamente pesquisar se a empresa trabalha com o ESG. Além disso, podemos perceber que existe uma maior cobrança sobre esse posicionamento e entre esses critérios é avaliado:

  • A inclusão e a igualdade;
  • Diversidade;
  • Clima interno;
  • Ética, integridade, valores e missão.

Já nas empresas privadas, ações de inclusão passaram a ser um diferencial e, ao mesmo tempo, uma estratégia. Pois, hoje se entende que não dá mais para oferecer um produto ou serviço sem olhar para estas questões. 

Como ter melhores índices ESG?

Caso você queira obter melhores índices ESG na sua empresa, é possível contratar um parceiro ou criar um setor próprio para criar estratégias para a empresa, como um setor de marketing. Mas, caso opte pelo parceiro, hoje existem diversas startups que desenvolvem soluções com esse foco. E investir no ESG traz melhores resultados não só na atração de investidores, mas também na percepção que o mercado tem. 

Entretanto, se sua empresa desejar montar um setor próprio, temos algumas dicas voltadas para cada critério, como:

Ambiental

  • Uso de energia limpa e renovável (que não emite poluentes);
  • Material reciclável;
  • Uso e desenvolvimento de embalagens recicláveis.

Social

  • Trabalhar o diálogo entre os colaboradores e líderes;
  • Projetos sociais;
  • Eventos culturais e sociais.

Governança

  • Ter transparência tanto para seus clientes quanto para seus colaboradores;
  • Desenvolver um conselho administrativo;
  • Trabalhar a hierarquia dentro da empresa, definindo cargos e funções.

O ESG não é só um investimento para trazer novos investidores e clientes para sua empresa. Mas sim, uma maneira de trazer leveza, seriedade para o produto, engajamento e uma cultura bem estruturada.


Lisandra Sousa

Marketing GeoSales




Gostou do nosso artigo? Inscreva-se no blog GeoSales para não perder as novidades.

Esse artigo foi útil?
[Total: 1 Average: 5]

Deixe seu comentário