Como usar a inteligência de dados nas vendas?

Você sabe o que é inteligência de dados?  Bem, a inteligência de dados é o processo de organização de informações e integração de dados em um sistema inteligente. Esse sistema permite a análise e interpretação dos dados obtidos, ou seja, ele é uma fonte rica de informações. E essas informações ajudam na tomada de decisões, pois fica mais fácil se posicionar com embasamento técnico.  

Nos últimos anos o mundo se conectou mais, muitas empresas passaram a evoluir junto com a tecnologia e apostaram em novos métodos online para geração de melhores resultados. E assim tornando mais fácil a transformação digital, ou seja, a evolução tecnológica. Mas, você deve estar se perguntando, o que isso significa na prática?

Bem, devido a quantidade de dados que vêm sendo gerados na internet todo dia, cresce também a necessidade de proteger esses dados. E assim, tornando a inteligência de dados uma fonte valiosa para as tomadas de decisões estratégicas de diversos negócios. 

Por que investir na inteligência de dados?

Quando se é investido na analise de dados, logo sua empresa torna-se analítica e mais consistente em suas decisões. Ou seja, todos os setores da empresa crescem em conjunto com esse trabalho estruturado.

Além disso, o setor de marketing pode aumentar o alcance das campanhas para o setor comercial ter mais informações sobre o cliente e assim trabalhar o relacionamento com o lead. Já o setor que trabalha com o “Produto” entende bem as dores do seu cliente e sabe onde destinar os recursos para o desenvolvimento do produto. 

Outro ponto importante é que a análise de dados melhora a experiência do cliente com sua marca. Lembrando que com a inteligência de dados suas estratégias tornam-se mais organizadas, personalizadas e com mais chances para conversão. Mas, por que teria mais chances de conversão? Bem, as estratégias de vendas são criadas a partir dos interesses dos clientes, ou seja, todo o contato com o cliente é baseado no que ele busca. 

Como trabalhar o gerenciamento e a priorização das atividades?

À medida que sua empresa trabalha com a análise de dados vai sendo criado um histórico de interações com seus clientes, seja por atividades já definidas ou não. Mas, é possível mapear os melhores momentos para falar com certos setores de uma empresa a respeito do produto ou serviço que estou oferecendo?

Isso seria incrível, porém só é possível com muitas tentativas para chegar em um padrão de sucesso. Além disso, é possível trabalhar também com os mecanismos de machine learning e análise preditiva que são capazes de desenvolver, através de seus próprios critérios de IA, os padrões de comportamento.

E inclusive, a análise preditiva e o machine learning são capazes de dar dicas sobre como lidar com os padrões de vendas. Por exemplo, o lead visitou o site da empresa duas vezes e viu tudo sobre o produto. O que você deve fazer?

  • Você pode ligar imediatamente para o lead;
  • Pode enviar um email de relacionamento;
  • E você pode também agendar um follow up para o final do dia.

Lisandra Sousa

Marketing GeoSales




Gostou do nosso artigo? Inscreva-se no blog GeoSales para não perder as novidades.

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]

Deixe seu comentário