O que é o Low Touch economy?

Como o Low Touch Economy (economia de pouco contato) pode contribuir para o crescimento da minha empresa? O Low Touch é uma tendência de mercado recente esperado pela indústria tecnológica. Esse novo modelo destaca o pouco contato físico direto entre as pessoas. Além disso, o cenário ideal para essa nova implementação entre as empresas vem sendo desenvolvida pela indústria tecnológica nos últimos anos.

Hoje, muitas empresas passaram a adotar o modelo de trabalho “home office” e com isso houve um aumento na busca de gestão remota dos processos de vendas. E muitos sistemas de gestão como o CRM e Automação da força de vendas se destacaram nesse curto período de tempo automatizando alguns processos internos.

Mas apesar da gestão interna estar bem, o foco dos gestores passaram a ser os clientes e suas necessidades. Além disso, os gestores também passaram a estudar maneiras para personalizar seus produtos ou serviços. E isso só se tornou possível devido a aplicação desse modelo que é bastante variável, mas bem aproveitado nos processos de vendas. 

Como funciona o processo de vendas com o Low Touch Economy?

Esse modelo de negócio vem com o foco na ética de relacionamento baseada no fluxo de capital que não exija o contato direto com seus clientes. E como a tecnologia vem crescendo e com a chegada da internet 5G a conectividade será um cenário perfeito para esse modelo.

Mas apesar desse modelo de vendas estar em foco, o modelo antigo e tradicional de vendas não será substituído de vez. Ou seja, as vendas físicas ainda serão feitas durante alguns anos, apesar de ter empresas automatizando isso também. Entretanto, esse modelo de venda traz maior conforto e autonomia para quem compra online, além de gerar uma redução de custos varejistas para quem vende.

E bem, o mercado está cada vez mais com novas opções de compras online, novas plataformas digitais com dados para acelerar o processo de venda. Mas, como saber qual a principal consequência desse modelo Low Touch? O modelo Low Touch reduz drasticamente o CAC (Custo de Aquisição de Cliente) que é calculado pela divisão de despesas de marketing e vendas em um curto período de tempo.

Ou seja, os clientes são encantados pelo produto ou serviço que buscam nas plataformas digitais.

Quando usar o Low Touch?

A autonomia dos usuários finais através da tecnologia são as ferramentas adotadas pelo Low Touch. Nesse modelo as características dos clientes busca por novas soluções ágeis e que tenham respostas audíveis (URAs/ Unidade de Respostas Audíveis). Assim como outros benefícios como voice e chatbots que oferecem um atendimento ágil.

Mas vale lembrar que é preciso priorizar os ambientes virtuais, pois esse modelo cresce com os produtos de tickets médios mais acessíveis, ou seja, é bem aceito pelo público. Além disso, o ideal é investir em um plano de ação que integre a experiência do cliente durante todo o processo de venda ao pós-venda.  

Isso porque nesse modelo, a tecnologia e a experiência do usuário são os grandes astros para preencher os novos hábitos de consumo dos clientes. E esses novos hábitos devem promover a disponibilidade integral para a oferta de produtos ou serviços, gerando a presença digital.


Lisandra Sousa

Marketing GeoSales



Gostou do nosso artigo? Inscreva-se no blog GeoSales para não perder as novidades.

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]

Deixe seu comentário