como realizar um pós-venda

4 dicas para fazer um pós-venda eficiente

Você ainda acredita que a venda termina com a entrega do produto? Então é melhor reavaliar os seus conceitos. Antes de tudo, é importante entender que esse é um processo cíclico e que, no final, o objetivo deve ser sempre o retorno do cliente para a sua loja. Por esse motivo, uma importante etapa da venda é justamente o pós-venda, embora seja negligenciado por muitos gestores.

Essa é uma forma de pensar o relacionamento com o cliente no longo prazo e, por isso, deve ser planejada de maneira eficiente para garantir bons frutos para o negócio. Por esse motivo, resolvemos trazer um post especial sobre o tema, com 4 dicas para realizar um pós-venda campeão no seu negócio. Confira todas elas logo em seguida!

1. Use a tecnologia durante o processo

Em primeiro lugar, é bom ressaltarmos a importância do uso da tecnologia durante a elaboração do pós-venda. O CRM (Customer Relationship Management), por exemplo, é uma importante ferramenta para colher dados sobre o consumidor, que podem ser usados posteriormente para a elaboração de ações de vendas e marketing.

Além disso, o e-mail marketing também é uma excelente maneira para automatizar todo o processo de pós-venda, principalmente para descobrir se o produto foi entregue ou testar a satisfação do cliente. Esse ponto, por sinal, será abordado logo a seguir.

2. Peça a avaliação dos clientes

O pós-venda também pode ser um momento oportuno para conseguir uma avaliação dos clientes. Para isso, podemos usar o NPS (Net Promoter Score), que nada mais é do que uma métrica que tem como principal objetivo medir o grau de satisfação dos clientes. O funcionamento é muito simples: o consumidor precisa dar uma nota para a empresa, de 0 a 10.

Aqueles que marcaram entre 9 e 10 são considerados os promotores, isso é, além de voltarem a fazer negócio com você, também fazem questão de promover a sua marca. Já os que marcam entre 7 e 8 são os passivos, que, por sua vez, voltariam a fazer negócios, mas também não são engajados ou fidelizados. Por fim, entre 6 e 0 temos os detratores, ou seja, os que não voltariam a fazer negócio e, ainda por cima, falariam mal do seu negócio.

3. Abra canais de comunicação

É muito importante que a sua empresa abra o máximo de canais de comunicação possíveis para os clientes. Claro que o cenário ideal é quando a organização possui uma central de atendimento com profissionais habilitados, mas, caso isso não seja possível por conta de uma restrição orçamentária, uma boa ideia é oferecer suporte por e-mail.

Assim, o cliente se sente amparado caso tenha qualquer tipo de problema, e, caso seja resolvido, estará mais propenso a voltar a fazer negócios com a sua empresa.

4. Realize programas de fidelização

Por fim, os programas de fidelização definitivamente podem ser uma excelente estratégia pós-venda, afinal, os clientes que já fecharam o negócio podem se sentir estimulados e manter o relacionamento para o longo prazo.

É claro que, para que esse tipo de estratégia dê certo, a empresa deve oferecer vantagens reais, como descontos ou brindes.

Gostou das nossas dicas? Então acompanhe muito mais nas nossas redes sociais!

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]

Posts Relacionados

Deixe seu comentário