lista de estratégias de follow-up de vendas

Follow-up: descubra 4 estratégias

Follow-up, em tradução literal significa acompanhar ou dar seguimento. Usada muito no mercado corporativo, atacadista e no meio da comunicação, tal expressão tem um sentido ainda mais amplo enquanto utilizada como uma técnica de venda. O follow-up, nesse contexto, é muito mais que obter um retorno, já que por meio dele é possível identificar a opinião do cliente e, a partir daí, traçar novos planos para a empresa.

O processo de follow-up, que precisa ser entendido em sua essência pelos gestores, diretores e gerentes comerciais, ainda possibilita a conversão de um prospect em cliente, sendo portanto item obrigatório de qualquer segmento, sobretudo para as distribuidoras e indústrias.

Quer saber mais sobre o assunto e conhecer algumas estratégias para aumentar a eficiência do follow-up e melhorar suas vendas? Então, confira as nossas dicas:

1. Descubra o momento certo para fazer o follow-up

A pré-venda é um momento importante, em que é possível conhecer melhor o cliente e suas expectativas, certo? Tão importante quanto esse aspecto, é saber a disponibilidade do cliente para, assim, ligar em uma ocasião oportuna, afinal ninguém gosta de receber uma ligação exatamente naquele instante em que está mais ocupado.

Portanto, inicialmente, solicite ao freguês os horários e dias que são mais tranquilos para ele e informe que a equipe entrará em contato nessa data, além de dizer qual o motivo da ligação. O recomendado é o time de vendas oferecer algumas opções de dias que se encaixam no cronograma da empresa e do cliente, deixando ele escolher qual delas é mais apropriada.

Lembre-se ainda de que para retornar o contato o ideal é dar um intervalo razoável de tempo, para isso, o atendente pode combinar com o cliente, durante a prospecção, o tempo que será necessário para ele pensar sobre a oferta ou serviço oferecido e, a partir daí, agendar o próximo contato. Com essa prática, além de planejar melhor as ligações, sua equipe conseguirá ter uma previsão do próprio cliente, pois ele poderá falar se na data marcada já terá as condições necessárias para continuar conversando sobre o assunto em questão.

2. Crie motivos inteligentes para ligar

Ligar por ligar não adianta. Imagine só: a empresa entra em contato com o cliente, ele atende o telefone e o responsável pela ligação não sabe o que falar, abordando apenas futilidades nesse momento. Percebe, então, como tal atitude pode ser um tiro no pé? Portanto, a equipe de vendas deve elaborar uma abordagem atrativa, que cative o cliente e deixe ele interessado no assunto.

Divulgar uma promoção exclusiva, compartilhar uma notícia que afeta a empresa do cliente ou oferecer um serviço diferenciado, por exemplo, são algumas das alternativas plausíveis para tratar com o freguês, sem que ele fique desinteressado ou impaciente.

3. Elabore abordagens distintas

Agora que você já sabe o motivo da ligação, que tal pensar melhor sobre o tipo de abordagem, já que cada pessoa lida de uma forma diferente com as ligações de follow-up? Após o cumprimento, perceba por meio da própria voz do cliente como ele está encarando a ligação. Se ele apresentar uma certa hostilidade, o melhor a fazer é encerrar o contato com cordialidade e tentar retornar posteriormente.

Nunca se esqueça com o tipo de público que você está falando, pois deve-se pensar em maneiras diferentes de tratar cada um.

4. Preocupe-se com o bem-estar do cliente

Já parou para pensar que ligar para o seu público para verificar o que ele achou do produto, do serviço e do atendimento pode gerar pontos extras para a empresa? Afinal, são poucos que lembram de contactar o freguês para solicitar sua opinião e pedir um feedback, demonstrando preocupação em satisfazê-lo.

Esse tipo de abordagem, que também pode ser feito por meio do acompanhamento, é uma estratégia eficiente que, a longo prazo, renderá bons resultados. Pode acreditar!

É incontestável a importância do follow-up no processo de vendas, entretanto não existe uma fórmula mágica para tal recurso. Por isso, é fundamental conhecer as especificidades dos clientes, elaborando estratégias de acordo com a expectativa e realidade deles.

Gostou do conteúdo e quer receber outras dicas desse universo? Então, siga a gente no Facebook e Twitter.

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]

Posts Relacionados

Deixe seu comentário